Briga de espada

0
1559

Powered by WP Bannerize

Após ser detonada nas redes sociais por cortar cena de sexo gay entre participantes do De Férias com o Ex, a MTV agora pode ter que responder ao Ministério Público sobre o caso.

Segundo o colunista Fefito, do Uol, o MP de São Paulo recebeu denúncia do ativista LGBT Gustavo Don. Um dos fundadores da Parada LGBT de Mogi das Cruzes (SP), ele pede investigação de suposto crime de homofobia por causa da censura a trechos de intimidade entre casais gays no reality show.

Em vários momentos, a série exibiu cenas de sexo heterossexuais, mas preferiu não mostrar relacionamentos gays na intimidade. A atual edição do De Férias com o Ex é a primeira a ter homossexuais. Momentos quentes entre os casais Rafael Vieira e Jarlles Góis e Jarlles e Leonardo Lacerda não entraram na edição final do programa.

O MP de São Paulo recebeu a denúncia da Promotoria de Justiça de Sumaré. Se acatar o pedido de investigação, a MTV deverá ser convocada para dar explicações sobre os cortes na série.

“Muita gente pode criticar dizendo que quero que cenas de sexo sejam exibidas, mas na verdade é sobre a prática de tratar de forma desigual um casal gay e não sobre o conteúdo da cena vetada”, detalhou Don ao Uol.

 

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta