Serviço completo até de sexo uiiii

0
487

Powered by WP Bannerize

A primeira parte do anúncio desse diarista não se diferencia muito do que você pode ver por aí aos montes: ‘”Que tal eu limpar sua casa ou apartamento…”. O mesmo não se pode dizer do trecho final: “… e lhe satisfazer dependendo do tesão na hora?”.

Em tempos de cursos de MBA cobrarem rios de dinheiro para ensinar empreendedores a aplicar “diferencial competitivo” nos negócios, Rafael, de 26 anos, achou um e que parece imbatível ao ponto de fazer o contratante, pela primeira vez, não reclamar do fato de quem arrumar a casa ir embora e deixar a cama toda bagunçada… e cheia de suor!

Ah, sim, aqueles mesmo cursos, os quais esse morador do bairro da Bela Vista, região central de São Paulo, não frequentou, também determinam nome bem chamativo para o negócio ter sucesso. E Rafael achou um: Diarista 24 cm!

Algumas pessoas poderiam qualificar esse título como curto e grosso, mas ao ver a foto que acompanha o anúncio em apps de pegação e grupo de Whatsapp, creia, o “curto”, de forma nenhuma, se aplica! E o grosso é de uma descrição impossível de ser mais fiel à realidade!

Na contratação desse combo de “arrumar a casa e bagunçar deliciosamente a libido” da clientela, deve-se ter em mente a condicional do anúncio.

“Eu sou diarista. O que eu ofereço por dinheiro é a faxina. O sexo só vem se eu tiver tesão no cliente. Não tenho obrigação nenhuma de fazer nada além de limpar e arrumar. Se rolar, ok. Mas seu eu não tiver a fim, não farei nada forçado”, esclareceu Rafael ao Guia Gay.

Perguntado se algum cliente – ele prefere atender homens e ser ativo – ficou com raiva de não ter rolado sexo, o jovem afirmou que não. “Tudo é muito bem conversado”.

A ideia desse serviço, contou, veio de sua aptidão profissional.

O super dote já tinha levado Rafael, antes de começar a faxinar, a ser garoto de programa, mas ele admite que seu prazer mesmo é o cabo… do rodo e da vassoura!

“Sinceramente, eu prefiro mesmo limpar, arrumar! Depois que passei a ser diarista, eu faço programa – ser contratado exclusivamente para transar – apenas para complementar a renda. Meu objetivo é arrumar emprego em serviços gerais e ter carteira assinada.”

A tabela do Rafael diarista é R$ 150 pela limpeza com a possibilidade de transar se rolar tesão da parte dele. A do Rafael garoto de programa tem o mesmo valor por sexo apenas, e a opção com massagem, que faz o desembolso ir para R$ 200.

Se o dono da casa ou apartamento não tem na cabeça apenas a limpeza “profunda”, o fato de ficar em casa enquanto o pó sobe tem tudo para não ser um martírio.

“Ah, posso fazer a faxina de cueca, sem camisa, pelado…”. Talvez seja a primeira vez em que a cena da casa sendo arrumada dê mais satisfação do que a imagem do chão brilhando!

De toda forma, quem o contrata para deixar a casa limpíssima e espera o “plus” pode enfrentar contratempo alheio à vontade de Rafael.

 

“Já aconteceu de eu ficar tão cansado da faxina que aí não tinha mais energia para transar mesmo com tesão”, confessou.

Chamá-lo só depois de você mesmo ou outra pessoa já ter limpado toda a casa, tirado o pó, organizado a área de serviço, areado as panelas e deixar só o abajur sem espanar fica como dica!

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta