Sem cumprimentos com as mãos

0
92

Powered by WP Bannerize

Roberto Carlos, de 80 anos, que é portador de TOC, Transtorno Obsessivo Compulsivo, disse em entrevista para a revista Caras que segue tomando todos os cuidados por conta da pandemia do novo coronavírus e defendeu o fim do cumprimento com a mão.

“Imagina como não é uma pessoa com TOC na pandemia! Eu encaro com muito cuidado e muita gente me acha até exagerado, mas eu não acho. Acredito que se todos tivessem esses cuidados, a coisa poderia estar melhor. Essa coisa de cumprimentar com a mão, por exemplo, não deveria existir, deveria ser o cumprimento oriental, só se curvando. Evitaríamos até gripe. Essa doença é traiçoeira e todos precisam ter cuidado, usar máscara e manter o distanciamento”, contou o cantor ao veículo.

Vale ressaltar que todos os funcionários que trabalham com Roberto foram proibidos de usar transporte público e só ele pode entrar em seu carro desde o início do isolamento social.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta